Teste de Rodapé 1

É Proibido a cópia do conteúdo desse blog sem colocar os devidos créditos. Plágio é crime: Código Penal, lei nº9610/98.

Duas e doze

Duas e doze, eu fecho meus olhos antes de dormir e começo a imaginar como seria sem ti. Não entendo o motivo que me faz se sentir assim.. Prometo que sempre vou te amar. Pra sempre e sempre eu vou te amar. Não consigo imaginar sem você aqui, e eu acho que seu coração está reservado pra mim. Duas e doze, e meu coração continua batendo, acelerado, assim ... Eu enterro todos os antigos sentimentos, eu planto nosso relacionamento. Posso está exagerando, mas a verdade tem que ser dita. Como posso me esconder, entre as lágrimas frias que descem? Como posso me sentir mal, se o amor floresce? Pra sempre e sempre eu vou te amar.
São duas e doze, e eu vou chorar quando a música terminar. Eu vou lembrar da gente, vou lembrar de tudo que aconteceu. E que talvez..
Esse amor nunca existiu ou morreu.
Abro meus olhos, não sei se posso chamar de sonho. Olho a janela, me vejo refletida nela. Duas e doze, e eu vou tentar não olhar mas pra ela..
Espero por este momento real, eu preciso apenas de um minuto pra fazer você se sentir fatal. Estou tentando lembrar apenas um minuto desse sonho que não acaba. Quero está do seu lado pra encontrar em seu sorriso, o brilho dos seus olhos. Duas e dozes, dozes repetidas e esquecidas durante a madrugada. Arrancada dessa minha apetidão, que pede com o coração esta sua paixão de me ter em suas mãos.
Não.. Tudo foi em vão.. Eu...
Estou com dor no coração... Duas e doze, e eu me arrepio com essa mera escuridão.

Crazy

Olhe, abrace, corra, enlace, pule, chame, grite
Basta..
Peça, escute, corra, ria, crie, presenteie, fique
Sozinha..
Siga, mude, viva, sonhe, lembre, acabe, preserve
Cuide..
Saia, curta, dance, cante, implore, não julgue, rebole, se esqueça, não mude
Piore..
Dane-se o mundo, viva sua vida, não ligue pra nada, seja despercebida. Ria, chore, sue, se molhe.
Não esteja nem aí pro amor, pra vida e pra as pessoas
elas são falsas e te magoam
Aqui, ali, em cima, em baixo, experimente, tente
Um novo amasso..
Veja, crie, imite, fuja, perigo, desejo, mentiras e fuga, enrole, tente, fique
Muda..
Use, abuse, olhe pro céu, azul , amarelo ou rosa, invente, mude, seja
Maliciosa..
Queira o mundo , gaste, quebre, amasse, tudo ou nada, mas no fim tudo se
Acaba..

Ausência

Minha mente não me dá descanso, me atordeia a cada momento que passa. Me sinto inútil, fraca. Isso não é mais um daqueles poemas idiotas, isso é o que eu sinto de verdade. Eu não consigo entender, como pode acontecer? Eu tomei cuidado. Muito cuidado pra não me apaixonar por você. Mas nada do que eu faço adianta, todas as minhas atitudes me espanta. Tudo bem, você conseguiu o que queria. E agora vai ter que virar o rosto todo dia? Eu não preciso falar com você, nem dizer um oi. Mas quando eu te vejo, tento chamar sua atenção. Desejo muito pegar novamente na sua mão. Mas pra que? Ia doer mais, vê alguém pela segunda vez te deixar pra trás. Posso me esconder a noite, posso fugir dos pesadelos. Mas eu quero você comigo agora, eu te preciso. Não me esqueça, por favor. Se for preciso, faço sua cabeça. Eu te amo, pode até ser cedo demais pra dizer. Mas tarde vai ser quando eu te esquecer. Lembro dos momentos que passamos, lembro de quantas vezes você disse '' eu te amo ''. Imagino como seria depois daquele dia, o que ia acontecer se você não fingisse que me queria? Foi bom, até demais. Por que eu sentia que sempre você queria mais.
A brisa tocava o meus rosto, você dizendo mais um pouco. E eu vendo você.. ficando louco.
(...)

Entendo os suicidas

Encontre-me na obscuridade. Pode ser que não me ache, pois me perdi profundamente nas sombras da escuridão. Posso repetir, e dizer que te amo então. Não entendo meu coração, que se divide a cada suspiro. A cada passo que dou, é como se eu estivesse levando um tiro. Eu te abraçarei, e você vai me perdoar pelos meus atos. Que ao longo do tempo vão deixar de ser fatos. Eu sou muito mais do que você espera, ou talvez um pouco menos. Eu disse que ainda guardava todo o amor, você perguntou a onde.. Mas isso não importa, já que nessa noite poderíamos ir mais longe. E estaremos perdidos antes do amanhecer. Eu estou quebrando.
Meu estômago se corrói, e eu sinto minha garganta ardendo, fecho meu olhos pra não chorar e começo a imaginar que tudo poderia ter ocorrido diferente. Tudo começa a falhar.. Eu choro. E soluçando em meu quarto me imagino trancafiada num aquário só observado o comportamento humano: Você mudando de opnião da noite pro dia, me dizendo não.. A paixão dos suicidas que se matam sem explicação.. Já não aguento essas lágrimas ácidas que insistem em cair no chão.. Eu estou andando, mas sem nenhuma direção. Eu nunca mais vou amar.. Entendo um suicida em querer morrer, mas não no fato dele se matar..

Escrevo pra quem não merece.

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger