Teste de Rodapé 1

É Proibido a cópia do conteúdo desse blog sem colocar os devidos créditos. Plágio é crime: Código Penal, lei nº9610/98.

Preliminar (feat. Ruan Ossiris)

Como eu não sabia? Enquanto eu vivia você já existia. Andei pelo sentimento extremo que poderia me machucar e também me fazer amar. Andei pelo mundo todo, pelos montes, picos e mares. Mas a minha vida só teve inicio depois de te conhecer. Antes disso só eram preliminares. A paz que eu sinto quando você me dá as mãos, o amor real que eu guardo no meu coração. Sorte, cinco letras me levou a todos os planetas. Você me tele transporta para o céu sem sair do chão. Porque quando estou com você, meu mundo não para, e sim passa mais rápido. Numa aceleração que nenhum físico conseguiria calcular com aquelas fórmulas malditas. Porque, eu te amo. É a razão de tudo. O amor não se mede, se sente. E o meu por você, está numa intensidade que o sol convidou pro jantar. Porque quando eu não te conhecia, eu não fui te procurar? Medo.. Medo de arriscar. Esse amor tem que sair dessa tal preliminar.

Sinto

muito. Desculpe-me se não pude ficar. Eu tive que partir, mas eu ainda estou a te observar. Então não se assuste se você me sentir por perto, não chore quando você lembrar do resto. O resto que você ainda guarda lá dentro, porque tem medo de manda-lo ir embora, e perder de vez o que ainda esconde. Pelas cortinas consigo ver seu olhar triste. Eu te entendo, eu sei que o nosso amor ainda existe. As pessoas pensam que chorar é apenas derramar lágrimas inúteis. Mas você chora todo dia, mesmo rindo. Chora por dentro.. e está chorando agora, nesse momento.. Como acha que sei o que sente? Como acha que sei quando você mente? Eu não pude ficar, mas não é por isso que estou ausente. Mas eu não irei voltar, me perdoe. Algo me sufoca, me afoga mesmo sem estar no mar. Prende a minha respiração, me deixando sem ar. Fui embora, sabe por que? Eu fiz algo terrível e tive medo de falar. Te espero aqui, onde estou. Um lugar confuso, gélido. Sinto sua presença e te observo no meu subconsciente. Cada dia meus pés se afastam mais do solo. Não irei voltar, não deu tempo de dizer adeus, porque estou.. sobre você agora. Não tenha medo, estou bem aqui.

Apenas (feat. Heitor Costa)

Garota: Olhando da janela consigo ver você. Por que você não está aqui? Certo, tenho que me conformar mas ainda consigo ouvir você cantar. Coloco minhas mãos pra cima e vejo você. Mas não importa, é só o que eu queria que fosse. Fique aqui, mais uma música, quero você pra mim. Agora eu sei, que você não pode ir. Quero você aqui, pra mim. Consigo sentir. Te peço, só mais uma música. Ei, fique aqui. Não fuja de mim. Porque garoto, seus lábios são mais doces do que a melhor fruta. Porque seu veneno corrói minhas veias, me derreto com apenas seu toque. Note, não quero que vá, apenas quero que fique só mais uma música.
Garoto: Sempre estive lá, em baixo da janela e perto da sua parede, tão perto que quando olha não pode ver, quer procurar o que te faz bem, longe? Mesmo estando tão perto, eu consigo escutar a música que me conforta. De certa forma eu quero ficar, o que eu preciso é com você estar, mas você não deixa, não me deixa entrar. É, é a musica, linda musica, ela não para de tocar e a vontade de te ter só aumenta,a saudade da tua voz, do teu corpo ,do teu cheiro me deixando louco. Tudo isso me consome, não consigo mais esperar. Eu te amo, me deixa entrar.
Garota: Porque mesmo com esse céu azul, mesmo com a chuva constante eu consigo ouvir a música. Peço pra você ficar mas ainda não pode entrar. Me deixa te envolver comigo, te ensino o passo da minha melodia. Eu sei que você não pode mas eu imploro que fique só mais uma música, essa música. Aproveite pra me dá um beijo, e quem sabe o tempo não para? Com você, apenas com você que eu escuto a música. E como numa súbita perda de consciência.é como se o tempo parasse, e aquele beijo entrasse pra eternidade. Não consigo me controlar, essa noite é nossa, é com você que eu vou ficar. E dançar.. Garoto: Apenas essa música.

Puro e Pecaminoso

Detesto seu jeito de olhar profundamente, odeio quando você dá uma desculpa, diz que está doente. Por que não diz logo a verdade? Por que não liberta a felicidade? Odeio quando você me prende no pudor de teus lábios venenosos, quando me segura em seus pensamentos maldosos. Quando você diz que me ama, mesmo eu sabendo a verdade. Detesto sua desatenção, sua ocupação, sua maneira de agir, a forma com que tenta se redimir. Odeio todo esse seu charme que as vezes me envolve de uma forma inexplicável, que me deixa muitas vezes presa a um passado que estará sempre presente em meu futuro. Fico estática sempre que sinto o sabor do teu beijo, teu perfume.. É você quem acende em mim todos os sentimentos existentes, desde o mais lindo, puro até o mais pecaminoso. E as vezes, como em um salto você me deixa e se vai, outra vez. E não volta. Me tortura, me enxota. Me faz te aguardar melancolicamente na janela, a espera de você, bela. Perdoe se não fui o que você desejou, se não fui o tão sonhado ou encantador. Não sei, onde estou? Sou apenas uma alma. Não eis de lembrar quem sou, tivestes em meus sonhos e agora estou perdido, por onde vou? Não sei, só queria contigo estar. Minha luz , minha vida , meu chão, meu ar..

Noite

Vamos. Entramos. Pulamos. Dançamos.
Agite, cante, vomite, se espante. Ria, chore, grite, me olhe. Curta, jogue as mãos para cima, pura.. adrenalina. Use, quebre, esquente, congele, fuja, provoque, corra, espere. Caia, levante, traia seu amante, relaxe, se estresse, só aceite quem merece. Canse, pare, soluce alto, quebre o salto, jogue a mão pro alto, cante essa música baixo. Chore, molhe, limpe, devore, levante, esqueça, de novo, outra dose. Beba, pare, tussa, e amarre. Prenda, implore, peça que te olhe, fique mais um pouco, deixe ele louco. Deite, sente, puxe e minta, sinta. Gire, calcule, não caia, segure. Pegue o número, imune. Vá, não volte, puxe-o e solte, aproveite tudo e foda-se o mundo.

Escrevo pra quem não merece.

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger